Muçulmanos tentam provar que Maomé é maior que Jesus

Quem visita Israel verá muitos lugares onde a presença árabe é maioria. É engano pensar que todo árabe seja muçulmano, embora essa seja a religião dominante. Placas escritas em árabe também são comuns neste país que reúne diversas etnias e imigrantes de várias partes do mundo.

Além disso, existe uma separação através de linhas definidas onde o domínio dos árabes palestinos se sobrepõe ao dos judeus. Em algumas regiões isso é bem claro, pois existe um muro que divide o território de Israel da região conhecida como Palestina. Ainda que não seja reconhecida como uma nação independente, a Palestina abriga uma população de cerca de 2,5 milhões de pessoas na Faixa de Gaza e na Cisjordânia.

Lula debocha de evangélicos durante palestra

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva perdeu completamente a noção de limite. Durante uma palestra a sindicalistas na noite desta quarta-feira (20), em um hotel no centro de São Paulo, ele ironizou em tom de deboche os pastores evangélicos por culparem o diabo quando algo está errado.

Ao tentar justificar os erros do governo petista o ex-presidente explicou aos sindicalistas que nas ocasiões em que não é possível atender às reivindicações da categoria a melhor saída é colocar a culpa no governo, passando a ofender os evangélicos.

Aqueduto da dinastia dos Hasmoneus é descoberto em Jerusalém

Arqueólogos descobriram uma parte da estrutura de um aqueduto da Era Romana, que transportava água para Jerusalém mais de 2.000 anos atrás. A antiga estrutura foi encontrada durante a construção de um gasoduto de esgoto no bairro de Umm Tuba, na região de Har Homa.

O líder da escavação, Ya’akov Billig, da Autoridade de Antiguidades de Israel, explicou à Agência de Notícias Tazpit que o “Aqueduto Subterrâneo de Jerusalém” foi construído pela Dinastia dos Hasmoneus há mais de dois mil anos, a fim de fornecer água para Jerusalém.